Busca rápida
barra
Busca detalhada

Home > Notícias > Nova conservadora DaColheita proporciona mais eficiência no delivery de FLVs



Nova conservadora DaColheita proporciona mais eficiência no delivery de FLVs

11/08/2020 - Terça-Feira
Compartilhe:
A representatividade do e-commerce para o mercado de FLVs (frutas, legumes e verduras) vem aumentando com a redução da frequência dos consumidores nas lojas físicas

Nova conservadora DaColheita proporciona mais eficiência no delivery de FLVs

Desde o início da pandemia por Covid-19, que impôs isolamento social e restringiu a movimentação das pessoas, o delivery de alimentos em geral apresentou forte crescimento.

Com a nova conservadora DaColheita para quatro cumbucas produzida pela Termotécnica, o consumidor tem a opção de comprar FLVs nas próprias embalagens para maior segurança sanitária. Por sua vez, os varejistas de produtos frescos, como mercados e quitandas, têm a possibilidade de compor mixes de frutas, legumes e verduras. Essa menor unitização e porcionamento de variedades numa única conservadora mais compacta proporciona maior apelo ao consumidor na exposição dos produtos e aumenta o volume de compras por cliente.

Adquiridos via e-commerce e entregues por delivery, os produtos frescos embalados ganham ainda mais força para garantir que cheguem até a casa do cliente mantendo sua qualidade e segurança sanitária. E mesmo nas compras feitas pelo computador mas retiradas em um ponto de venda (na modalidade take away), é preciso que já estejam embalados e prontos para serem levados pelos clientes.

À medida que os consumidores mudam seus hábitos alimentares e de compra, supermercados e toda a cadeia de fornecimento de alimentos frescos, por sua vez, estão sofrendo grandes alterações nos negócios. Antes comprados à granel, agora o consumidor tem dado preferência aos produtos embalados. Além de melhorar a exposição no varejo, as soluções de embalagens em EPS DaColheita mantêm a atmosfera ideal para prolongar a vida útil das FLVs e podem ajudar a aliviar muitas das preocupações dos consumidores na hora de comprar produtos frescos.

Termotécnica: inovação com sustentabilidade

Detentora de 40 patentes de novas tecnologias, desde a sua fundação a Termotécnica tem sido pioneira e protagonista no mercado de EPS no país, tendo a inovação e a sustentabilidade no seu DNA. Aos 58 anos, é uma das maiores indústrias transformadoras de EPS da América Latina e uma das empresas mais sustentáveis do Brasil, de acordo com o Guia Exame 2019. O desenvolvimento sustentável está entre as prioridades da companhia, e suas ações são conectadas aos ODS (Objetivos do Desenvolvimento Sustentável) da ONU. Com matriz em Joinville (SC) e unidade de reciclagem no Distrito de Pirabeiraba, a Termotécnica possui também unidades produtivas e de reciclagem em Manaus (AM), Petrolina (PE), Rio Claro (SP) e São José dos Pinhais (PR).

O EPS é formado por 98% de ar, não utiliza CFC e HCFC e por isso não gera danos à camada de ozônio. O seu processo requer baixíssima utilização de recursos naturais como água e energia, não contamina e não gera riscos à saúde e ao meio ambiente. E o mais importante, o EPS é 100% reciclável.

Para dar uma destinação ambientalmente correta e sustentável ao EPS pós-consumo, desde 2007 a Termotécnica realiza o Programa Reciclar EPS, com logística reversa e reciclagem do material em todo o Brasil. Já são mais de 40 mil toneladas de EPS pós-consumo que ganharam um destino mais nobre – cerca de 1/3 de todo o material consumido no país. O Programa Reciclar EPS é de fato a economia circular na prática: após seu uso e reciclagem, o EPS é transformado em matéria-prima para outras aplicações.

Saiba mais no vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=UyyXinrVvpo&t=2s

Termotécnica - http://www.termotecnica.ind.br

Fonte: Logos Conexão e Conteúdo





Compartilhe:




Comente