Busca rápida
barra
Busca detalhada

Home > Notícias > Quer vender online? Veja 5 formas para ter sucesso



Quer vender online? Veja 5 formas para ter sucesso

29/04/2020 - Quarta-Feira
Compartilhe:
Telefonia e celular, moda e acessórios e eletrônicos são os destaques de crescimento durante o período

De acordo com levantamento da Ebit/Nielsen o comércio eletrônico registrou crescimento de 3,3% durante a semana do dia 14/04 a 20/04 vs 06/04 a 13/04, impulsionado pelo aumento do ticket médio (R$ 394 para R$ 410).

Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm) mostram que nas duas primeiras semanas de abril houve um aumento de 30% nas vendas pela internet.

A Abcomm no período de 12 a 20 de março - primeira semana de isolamento - já havia registrado um aumento de 180% nas vendas online, nas categorias Alimentos e Bebidas e Beleza e Saúde, devido à crise gerado pelo Covid-19.

Antes do coronavírus, a entidade previa uma alta de 18% na receita do comércio eletrônico em 2020, chegando a R$ 106 bilhões, no entanto, agora planeja revisar a estimativa inicial.

Com toda essa mudança de cenário, principalmente, para o lojista físico, o movimento seguinte, claro, foi a dos comerciantes que estão à margem do comércio eletrônico começarem se mexer na direção da digitalização.

Falamos com o sócio da Dassi Boutique, loja de roupas que possui unidade física e online, Danilo Costa nos deu cinco pontos que ele considera fundamentais para os varejistas iniciantes no e-commerce garantirem um bom funcionamento no ambiente online.

1 - Funcionalidade do site: Essa dica não deveria mais ser necessária, mas ainda é. Criar uma loja virtual é fácil e barato. Mas colocar no ar uma loja virtual funcional, atraente e capaz de engajar um volume significativo de pessoas exige mais trabalho e investimento.
Um carregamento rápido e uma versão para mobile são os primeiros passos para não perder potenciais clientes logo de cara. A loja deve ter fotos de qualidade e fiéis aos produtos, de modo que o consumidor não se sinta enganado ao receber a compra.

2 - Bastidores: O bastidor do seu negócio representa tudo o que o cliente não vê, como, por exemplo, gerenciamento de pedidos e de estoque, relatórios financeiros, logística: certifique-se de que tudo esteja funcionando adequadamente.

3 - Segurança: Segundo estimativas da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), uma em cada 45 tentativas de compra nas lojas virtuais é ilegítima. Para se preservar, recomenda-se o investimento em certificados como o SSL (o cadeado verde) e programas antifraude.

4 - Marketing de Conteúdo: O Marketing de Conteúdo é uma das estratégias mais utilizadas na atualidade para ampliar as vendas. Compartilhe textos, posts e vídeos que respondam às dúvidas do público da loja, das mais gerais às mais específicas.
O Marketing de Conteúdo agrega valor ao negócio, estreita o relacionamento com o público e auxilia a empresa e se tornar reconhecida como uma autoridade na sua área de atuação.

5 - Atendimento: Oferecer um atendimento de qualidade não é uma opção, é uma obrigação. A loja virtual precisa estar preparada para atender às demandas dos clientes preferencialmente em tempo real, ou corre o risco de perder vendas.
Uma boa opção é contar com um chatbot para resolver as questões mais frequentes, tomando o cuidado de repassar o atendimento para um funcionário caso seja necessário.

Finalmente, é necessário que o cliente tenha segurança e a garantia de um acompanhamento após finalizar a compra. Alguns dias após a venda, entre em contato e pergunte se está tudo bem, se tem alguma dúvida ou se o cliente está gostando do produto. Inegavelmente, manter esse relacionamento de confiança com o cliente permite que você seja a primeira opção na hora de fazer uma nova compra.


Fonte: P&S Comunicação





Compartilhe:




Comente