Busca rápida
barra
Busca detalhada

Home > Notícias > Rasip chega ao mercado com porções de macãs em embalagens mais práticas



Rasip chega ao mercado com porções de macãs em embalagens mais práticas

11/04/2019 - Quinta-Feira
Compartilhe:
Rasip Leve chega ao mercado com embalagens flow pack contendo duas, três ou quatro maçãs. Inovação é resultado de investimento maquinário que permite o embalamento fracionado diretamente na indústria

Rasip chega ao mercado com porções de macãs em embalagens mais práticas

A necessidade das pessoas em adquirir alimentos prontos para o consumo, que facilitem o dia a dia, tem feito as marcas apostarem em formatos e embalagens cada vez mais práticos. Seguindo essa tendência, chega ao mercado a Rasip Leve, com foco na comercialização de maçãs em embalagens flow pack contendo duas, três ou quatro unidades da fruta. A venda de frutas embaladas diretamente pela indústria é um conceito inovador no Brasil e garante mais segurança ao consumidor, que conta com a rastreabilidade dos produtos e um serviço de atendimento ao consumidor.

“A novidade vem ao encontro da demanda do mercado, pois há uma tendência na área de alimentos de oferecer ao consumidor opções com foco na praticidade. Investimos na aquisição de uma máquina especial para que esse processo seja realizado no nosso próprio packing house, garantindo a excelência do produto desde a colheita até o momento do consumo”, afirma Sergio Martins Barbosa, diretor-superintendente da RAR, holding que controla a Rasip.

O embalamento flow pack protege o produto in natura, permitindo fácil manuseio e armazenamento, além de oferecer praticidade, fracionamento e versatilidade. “Rasip Leve surgiu com a proposta de garantir acesso a maçãs para consumo imediato, em porções que podem estar na lancheira das crianças, na bolsa de quem pratica esporte”, destaca Sergio. Ele acrescenta que um dos grandes diferenciais da marca é a garantia de rastreabilidade das frutas, com informações sobre procedência e a marca que está por trás do produto - diferente de quando se adquire frutas a granel na feira ou mesmo no supermercado. A opção pelo uso de embalagens plásticas se deu pela praticidade e porque até o momento, não há no mercado brasileiro opções em embalagens de papel que sejam adequadas a este produto.

Fonte: Camejo Comunicação





Compartilhe:




Comente