Busca rápida
barra
Busca detalhada

Home > Notícias > Tendências de impressão digital para as artes gráficas em 2019



Tendências de impressão digital para as artes gráficas em 2019

27/02/2019 - Quarta-Feira
Compartilhe:
As necessidades de impressão se diversificaram de forma significativa nos últimos anos. O motivo?

Por Macarena Rodríguez*

As organizações procuram formas de melhorar a qualidade e a eficiência e, ao mesmo tempo, reduzir os custos. Dessa forma, a impressão digital vem crescendo e, além de oferecer vantagens no uso de dados variáveis para negócios corporativos, também pode ser aplicada a diversos setores, como educacional e de saúde.

Essa transição do modelo offset, um dos processos de impressão mais utilizados desde a segunda metade do século XX, para o digital, vem ganhando cada vez mais força na impressão comercial, o que se deve às melhorias tecnológicas constantes.

Neste contexto, podemos dizer que a impressão digital não é um fenômeno novo, mas sim uma tendência cada vez mais importante, à medida em que os profissionais das artes gráficas e de outras áreas, como marketing e design, procuram novas formas de chamar a atenção do público.

Assim, as mudanças na diferenciação e no valor agregado estão transformando a indústria de impressão e, principalmente, impulsionando a necessidade de tiragens mais curtas de produtos de maior qualidade, com designs únicos e individuais. O impacto chega até os designers gráficos, que sofrem pressão por criatividade e apresentação de projetos impactantes para apoiar as estratégias de marketing.

Por isso mesmo, é bom estar atento ao mercado. E aqui falo especificamente das cinco principais tendências da indústria de impressão digital para 2019, que apresento a seguir:

1) Efeitos metálicos: o uso de uma quinta cor cria resultados brilhantes, que são particularmente populares durante as épocas festivas. Usar papéis nas cores ouro ou prata produz um efeito mais sutil e dá a impressão de produto premium. Os substratos metálicos são perfeitos para adicionar autenticidade a prêmios e logotipos. Para um efeito ainda mais vibrante, recomendo a utilização do branco como primeira camada antes de colocar a cor.

2) Neon e fluorescente: atualmente, a maioria dos materiais de publicidade inclui cores brilhantes e ousadas. Ao se deparar com um material de marketing impresso, é provável que você pense “não está tão brilhante quanto na tela”. Para poder igualar as cores da tela com as da impressão, sugiro adicionar cores fluorescentes ou misturar toner neon da quinta estação com o toner CMYK. Esta, sem dúvida, será uma tendência em 2019!

3) Cor branca: a tipografia no projeto deve continuar sendo uma tendência-chave. Assim, aproveite a cor branca nas impressões para criar possibilidades em mídias escuras e transparentes. O branco também atua como uma camada inferior, o que pode ajudar a ressaltar cores.

4) Suporte de gramagens cada vez mais grossas: o substrato é a base que serve como suporte para a impressão e, por isso, possui o poder de imprimir em papéis mais grossos, podendo oferecer um diferencial aos clientes. Portanto, atente-se para as novas soluções de baixo custo que estão entrando no mercado e fazendo com que a impressão texturizada seja mais acessível. E quando combinada com cores fluorescentes, as possibilidades são infinitas!

5) Formatos mais amplos: os formatos de impressão que os designers gráficos solicitam sempre é um desafio para os fornecedores de serviços de impressão. A boa notícia é que as impressoras digitais de folha cortada tendem a oferecer cada vez mais formatos para as necessidades de design.

Após conhecer as tendências para este ano, perceba que o investimento em digitalização não é custo, mas sim um investimento com retorno garantido, se ajustado ao objetivo e à visão empresarial.

*Macarena Rodríguez é gerente de Marketing Regional da Ricoh Latin America.
http://www.ricoh.com.br

Fonte: Grupo RPMA





Compartilhe:




Comente