Busca rápida
barra
Busca detalhada

Home > Notícias > Nova embalagem da Oi TV/Elsys se transforma em porta-retratos



Nova embalagem da Oi TV/Elsys se transforma em porta-retratos

27/09/2017 - Quarta-Feira
Compartilhe:
Projeto reforça o compromisso da Elsys, responsável por produzir, comercializar e realizar o serviço de “última milha” da Oi TV, em oferecer uma experiência ampla ao usuário

Nova embalagem da Oi TV/Elsys se transforma em porta-retratos

Com o intuito de oferecer um produto completo para seus clientes, a Elsys – empresa brasileira que há quatro anos é responsável por fabricar e comercializar parabólicas e decodificadores da Oi TV, além de habilitar assinaturas de pacotes e fazer o processo de “última milha” (instalação, pós-venda e manutenção) — acaba de reformular as embalagens dos aparelhos Oi TV.

Agora as caixas dos aparelhos Oi TV poderão ser desmontadas e transformadas em porta-retratos, incluindo uma cartela com adesivos para personalizar o seu visual. Criada pela equipe de designers da Elsys, a nova embalagem é voltada para públicos de todas as idades e convida as pessoas a soltarem a imaginação. Além do lado lúdico, ela reforça o posicionamento sustentável da empresa. Ao invés de produzir algo descartável, que seria esquecido e que poderia ir para o lixo após a instalação, o invólucro ganha novo significado e uso.


Passo a passo
Passo a passo

Pronto!
Pronto!



“Buscamos com isso nos aproximar dos lares brasileiros, oferecendo uma experiência que vai além do ato de assistir televisão. Um produto que divirta e entretenha em todas as etapas”, diz Claudio Blatt, diretor da Elsys. Com os porta-retratos, a marca Elsys continuará fazendo parte da vida de milhares de famílias.

A nova caixa chega em um momento de amadurecimento da parceria entre a Elsys e a Oi. Com mais de cinco anos de colaboração, ambas as empresas prezam pelo desenvolvimento sustentável. A Elsys, que conta com mais de 25 mil lojas com instaladores cadastrados, foi escolhida pela Oi como parceira pela qualidade de seus produtos e a capilarização de sua rede no interior do país, permitindo a expansão e popularização da TV por assinatura no Brasil.

Fonte: Art Presse





Compartilhe:




Comente