Busca rápida
barra
Busca detalhada

Home > Notícias > Envase flexível com o sistema de Controle de Fluxo Proporcional



Envase flexível com o sistema de Controle de Fluxo Proporcional

15/12/2015 - Terça-Feira
Compartilhe:
Com um novo componente de válvula de envase chamado Controle de Fluxo Proporcional ou Proportional Flow Regulator (PFR, em inglês), a Krones criou as condições para um enchimento muito mais flexível

Envase flexível com o sistema de Controle de Fluxo Proporcional

Esta válvula de controle permite estabelecer, em vez de duas velocidades de fluxo fixas (lento/rápido) como antes, qualquer velocidade de fluxo desejada até a taxa máxima determinada por nível e pressão.

Tal regulação contínua de fluxo é especialmente adequada para produtos com uma tendência à formação de espuma durante o processo de enchimento. Para estes produtos, é sabido que a velocidade de enchimento deve ser baixa no primeiro contato do líquido com a parte inferior do recipiente. Agora, com o regulador PFR, é possível aumentar depois a velocidade de enchimento até a taxa máxima selecionada, sem mudanças bruscas, mantendo esta velocidade até alcançar o volume de conteúdo desejado. Isto reduz a formação de espuma, minimiza o tempo de envase e maximiza o desempenho da máquina.

Qualidade de envase elevada e constante graças à válvula PFR

O fluxo de volume nominal é definido de acordo com a pressão diferencial máxima. Independentemente de flutuações do nível do reservatório, a válvula PFR ativa uma curva de fluxo parametrizada, e calcula, com antecedência e precisão, a quantidade de fluxo final. Assim, quando é calibrado de forma adequada, o sistema com o controle de fluxo atinge níveis de enchimento com desvios muito pequenos.

Maior eficiência representa uma redução de custos

A possibilidade de envasar um produto com a velocidade de máquina máxima e, portanto, com maior eficiência, permite reduzir o número de elementos de enchimento instalados. Porque a máquina alcança o mesmo rendimento de produção com um menor número de válvulas de enchimento, o que também significa menos custos de manutenção de válvulas. Este custo diminui cerca de 20%.

Início rápido da produção com o sistema “Plug and Play”

Ao contrário da tecnologia convencional, os componentes eletrônicos não estão no gabinete de distribuição e a parte mecânica na válvula. No regulador PFR, ambos os componentes são instalados em conjunto na caixa da válvula. Isto torna possível reparar uma peça construtiva com defeito sem uma busca de erro longa e complicada. Todo o módulo PFR pode ser trocado em um curto espaço de tempo graças à tecnologia Plug and Play. Para a sua instalação, são necessários apenas três conectores de cabo, duas flanges e quatro parafusos.

Vantagens para o processo de envase asséptico

Com a mudança de materiais EPDM convencionais para componentes de teflón, o cumprimento das normas de higiene pode ser garantido por mais tempo, com diminuição dos custos de manutenção. O tempo de vida útil mais longo dos componentes construtivos, como o teflón, reduz o número de revisões nas válvulas de enchimento e, com isso, as interrupções da condição asséptica da enchedora.

Mas os custos anuais de manutenção não são os únicos que são reduzidos. O ar comprimido é um fator que encarece a produção. A eliminação do sistema pneumático baixa os custos operacionais correntes.

O sistema de Controle de Fluxo Proporcional já é empregado de forma bem-sucedida na prática. Os testes foram realizados com refrigerantes, vinagre, chá gelado, leite, sucos, molho de soja e vinho, com resultados excelentes em todos os casos.

Fonte: Krones do Brasil





Compartilhe:




Comente