Busca rápida
barra
Busca detalhada

Home > Notícias > Rotulagem de FLV no Paraná entra em vigor dia 1º de Julho



Rotulagem de FLV no Paraná entra em vigor dia 1º de Julho

01/06/2015 - Segunda-Feira
Compartilhe:
Redes varejistas e produtores precisam se adequar ao processo de rotulagem e embalo de frutas, legumes e verduras. Resolução foi aprovada ao final de 2014 entra em vigor dia 1º de julho

Rotulagem de FLV no Paraná entra em vigor dia 1º de Julho

No próximo dia 1º de julho termina o prazo para as adequações e entra em vigor, em todo o Estado do Paraná, a resolução 748/2014 que regulamenta a rotulagem de frutas, legumes e verduras vendidos in natura, tanto a granel quanto embalados. Com isto, os varejistas e produtores têm pouco mais de três meses precisam se adequar para atender a esta nova norma.

As informações que devem constar dos rótulos são produtor, endereço, e-mail, telefone, identificação e CNPJ do atacadista. Esta etiqueta, no caso de venda a granel, poderá ser feita por etiqueta na gôndola do supermercado. Sendo assim, há soluções de impressoras de etiquetas bastante acessíveis no mercado, como é o caso das soluções da Sunnyvale de impressoras térmicas que já atenderiam esta necessidade.


Embaladora FLV
Embaladora FLV



Outro caminho é a venda do produto já embalado. Neste processo é comum comercializar o produto embalado em bandejas. E neste sentido a Sunnyvale apresenta soluções que se integram e atendem a regulamentação: a embaladora automática de bandejas Digi combinada com a solução de etiquetagem Print & Apply da FoxJet. “Sem dúvida para produtores ou varejistas que precisam da solução completa, do embalo até a identificação, esta seria a solução ideal e bastante acessível. Já temos diversas aplicações que mostram eficiência no processo”, acrescenta o gerente da divisão de codificação industrial da Sunnyvale, Wagner Gennari.

Detalhes da resolução – De acordo com a resolução, em 180 dias da entrada em vigor, produtos como tomate, banana, laranja, maçã, cebola, repolho, cenoura, couve-flor, uva e morango vendidos embalados ou a granel deverão apresentar rotulagem que indiquem o produtor, endereço, e-mail, telefone, identificação e CNPJ dos atacadistas.

Um ano após a entrada em vigor da resolução, em janeiro de 2016, será iniciada a segunda fase, e produtos como batata, melancia, mamão, abacaxi, pepino, chuchu, abobrinha, alface, pimentão e aipim-mandioca deverão apresentar rotulagem semelhante.

Um terceiro grupo, composto por todos os demais produtos comercializados no comércio varejista deverão apresentar a rotulagem no prazo de 540 dias, após a entrada em vigor da resolução.

De acordo com o secretário de Saúde, Michele Caputo Neto, são informações que vão facilitar a rastreabilidade dos alimentos, fato indispensável para a ação da Vigilância Sanitária.

Fonte: FDBCom Comunicação





Compartilhe:




Comente