Busca rápida
barra
Busca detalhada

Home > Notícias > Reciclagem de latas de alumínio no Brasil é exemplo internacional



Reciclagem de latas de alumínio no Brasil é exemplo internacional

27/06/2013 - Quinta-Feira
Compartilhe:
Nações Unidas citam modelo brasileiro de reciclagem de latinhas como exemplo a ser seguido

Reciclagem de latas de alumínio no Brasil é exemplo internacional

O modelo de reciclagem de latas de alumínio no Brasil, com índices próximos de 100% de reaproveitamento do material, foi citado como exemplo a ser seguido em recente relatório elaborado pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma). “Os esforços da cadeia de reciclagem - fabricantes, envasadores, cooperativas e recicladores - e do governo, e a sensibilização do público, fizeram o programa de reciclagem da lata de alumínio para bebidas uma experiência bem sucedida com grande impacto social, econômico e ambiental”, relata o documento “Reciclagem de metais – oportunidades, limites e infraestrutura”, divulgado em abril, na Alemanha.

O relatório alerta para a tendência de crescimento da demanda pelos mais diversos metais no mundo e sugere formas de redução do impacto, como a reciclagem. Segundo o estudo, a necessidade global por metais será de três a nove vezes maior do que o atual e a explicação para isso é o crescimento do consumo por economias emergentes, com produtos mais tecnológicos e estilo de vida similar ao de países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

No ciclo de vida dos metais, os pontos de maior impacto ambiental e à saúde humana são os causados pela mineração, o refinamento e o lixo gerado. A reciclagem, reforça o Pnuma, reduz consideravelmente os impactos dessas atividades. No caso do alumínio, há uma economia de 95% na energia que seria necessária para produzir o mesmo material a partir da extração da bauxita, acompanhada também de uma redução de 95% na emissão de gases de efeito estufa. “Ao contrário de outros materiais, o alumínio pode ser reciclado infinitamente sem perder suas propriedades”, atesta o documento.

O relatório do Pnuma valoriza o apoio do governo a cooperativas de catadores de materiais recicláveis e destaca a importância de pequenos empreendedores no modelo de reciclagem, seja na economia formal, será na informal. Para o órgão das Nações Unidas, o apoio da infraestrutura pública é ponto fundamental para a economia verde.


Fonte: Abralatas



Saiba mais sobre a ABRALATAS




Compartilhe:




Comente