Busca rápida
barra
Busca detalhada

Home > Notícias > Logística reversa de latas de alumínio para bebidas



Logística reversa de latas de alumínio para bebidas

13/05/2011 - Sexta-Feira
Compartilhe:
Setor sugere modelo de logística reversa que valorize o catador e aperfeiçoe o sistema

Logística reversa de latas de alumínio para bebidas

A Abralatas e a Abal (Associação Brasileira do Alumínio) apresentaram ao Governo Federal uma proposta de modelo de gestão para logística reversa de latas de alumínio para bebidas. A proposta será debatida com o Comitê Orientador da Logística Reversa, presidido pela ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, e vai balizar o acordo setorial da cadeia do alumínio, uma exigência da nova Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).

Responsável por um modelo autônomo, autossustentável, sem intervenção governamental e que apresenta índices de reciclagem superiores a 90% há 6 anos, o setor de latas de alumínio sugeriu a formação de um comitê gestor que possa ser a interface desse sistema – hoje independente – com o governo. Esse grupo fará o acompanhamento do acordo setorial, o cumprimento de metas de reciclagem e avaliará medidas para aperfeiçoar o sistema.

“Nossa preocupação é evitar a desarticulação de um modelo com resultados absolutamente comprovados e garantir melhorias na participação de um elo fundamental no sistema, que são os catadores de material reciclado”, avaliou Renault Castro, diretor executivo da Abralatas. Para Renault, a experiência da lata de alumínio pode ajudar o país a melhorar o reaproveitamento de outros materiais.

Cempre – Segundo a PNRS, todos são responsáveis pelos resíduos que produzem. O Compromisso Empresarial para a Reciclagem (Cempre), associação formada por empresas privadas de diversos setores, se prontificou em representar envasadores, distribuidores, revendedores e consumidores na logística reversa da embalagem de alumínio. Também deverá atuar desta forma com outras embalagens, mas cada sistema será independente.

A Abralatas defende que o comitê gestor da cadeia do alumínio apoie ações para ampliar a capacitação dos catadores e estimular a formação de cooperativas, melhorando a qualidade de vida destes profissionais. No ano passado, a Abralatas realizou eventos em parceria com o Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis e com representantes do Ministério Público para encontrar soluções de melhora da renda e das condições de trabalho da categoria.

Fonte: ABRALATAS





Compartilhe:




Comente