Busca rápida
barra
Busca detalhada

Home > Notícias > Suzano Papel e Celulose anuncia investimento no setor de energia renovável



Suzano Papel e Celulose anuncia investimento no setor de energia renovável

02/08/2010 - Segunda-Feira
Compartilhe:
Com planos ambiciosos e inovadores, a Suzano Energia Renovável nasce para ser a líder mundial no mercado de biomassa para energia

São Paulo - Além dos investimentos em celulose e biotecnologia já anunciados ao mercado, a Suzano Papel e Celulose comunica hoje a criação da Suzano Energia Renovável, que marca a entrada da empresa no mercado de biomassa para geração de energia. A nova empresa atuará na produção de pellets de madeira (wood pellets) para exportação e tem planos de crescimento ambiciosos e inovadores, já que nasce para ser a líder mundial no mercado de pellets para energia.

O negócio de biomassa para energia é parte importante dos planos de crescimento da Suzano, potencializa suas competências e consolida sua vocação florestal. O investimento está em linha com seu processo de revisão estratégica, que estudou as tendências globais, avaliou profundamente seus ativos, competências e oportunidades para o futuro.

A busca por fontes renováveis de energia é uma tendência global que tem se fortalecido nos últimos anos. A União Européia se destaca neste cenário por estabelecer metas agressivas e incentivos para a substituição de combustíveis fósseis por fontes renováveis na sua matriz energética e a energia renovável a partir de biomassa terá um papel importante neste contexto. Por se tratar de partículas desidratadas e prensadas de madeira moída com elevado valor energético, os pellets se apresentam como a forma mais eficiente de transportar biomassa para energia a longas distâncias.

A Suzano, que conta com quase quatro décadas de experiência em gestão florestal, vem obtendo sucesso nos últimos três anos no desenvolvimento experimental de florestas de eucalipto para o mercado de energia. Tal manejo se baseia na seleção de clones específicos, com maior concentração de lignina, plantio de mais árvores por hectare, e em um ciclo reduzido de colheita (entre dois e três anos), que se traduz em alta capacidade produtiva e competitividade de custos. Este manejo florestal dedicado à produção de pellets para energia dará à Companhia a oportunidade de replicar sua competitividade do mercado global de celulose para este novo negócio.

Com investimento total de aproximadamente US$ 800 milhões, a Suzano Energia Renovável investirá em três unidades produtoras de pellets de madeira no Nordeste brasileiro com capacidade de 1 milhão de toneladas cada e início de operação entre 2013 e 2014, e contará com serviços de gestão florestal prestados pela Suzano Papel e Celulose. A empresa ainda está avaliando alternativas de estrutura de capital para a Suzano Energia Renovável que minimizem a eventual necessidade de aporte de recursos da Suzano Papel e Celulose na nova companhia. A estrutura acima referida será divulgada tão logo esteja definida.

A Diretoria da Suzano Energia Renovável será composta pelos seguintes executivos:

André Dorf, atual Diretor Executivo de Estratégia, Novos Negócios e Relações com Investidores da Suzano Papel e Celulose, assume a Presidência. Há 7 anos na Suzano, atuou também como Diretor Executivo responsável pela Unidade de Negócios de Papel e foi responsável pelos projetos de Expansão Mucuri (L2), MA e PI durante as fases de planejamento e engenharia conceitual. Foi executivo dos bancos JP Morgan no Brasil e em Nova York, Chase Manhattan e Banco Patrimônio/Salomon Brothers. André é graduado em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas.

Willy Jordan, atual Gerente Executivo Financeiro da Suzano Papel e Celulose, assume a Diretoria Financeira. Há 4 anos na Suzano, é responsável pela tesouraria, planejamento financeiro, controles internos e crédito. Foi Executivo na SAB Trading e também no Banco Itaú. Willy é graduado em Economia pela PUC-Rio e mestre em Economia pela EPGE/FGV.

Marcos Stolf assume a Diretoria de Operações. Atuando há 25 anos na indústria florestal, com larga experiência em implantação de projetos e desenvolvimento de negócios florestais e produtos de madeira, Marcos foi executivo da Celulose Irani, Amcel (Marubeni Group), International Paper, Champion Papel e Celulose no Brasil e Weldwood no Canadá. Marcos é graduado em Engenharia Florestal pela ESALQ-USP e MBA em vendas pela FGV.

A partir de 16 de agosto de 2010, Antonio Maciel Neto, Presidente da Suzano Papel e Celulose, acumulará as funções de Diretor de Relações com Investidores.

Fonte: GWA COMUNICAÇÃO INTEGRADA





Compartilhe:




Comente