Busca rápida
barra
Busca detalhada

Home > Notícias > Varejo mantém otimismo e espera o melhor Dia dos Pais desde 2005, mostra Serasa Experian



Varejo mantém otimismo e espera o melhor Dia dos Pais desde 2005, mostra Serasa Experian

23/07/2010 - Sexta-Feira
Compartilhe:

Pesquisa com 1.010 executivos do varejo, realizada de 28 de junho a 7 de julho, mostra que o setor continua otimista, mesmo com a elevação dos juros e o maior endividamento e inadimplência do consumidor. As pequenas empresas são as menos otimistas com a data, com 54% dos entrevistados prevendo faturamento maior que na mesma data em 2009; entre as grandes este percentual é de 80%

Os resultados da Pesquisa Serasa Experian de Perspectiva Empresarial para o Dia dos Pais 2010 evidenciam que os varejistas, em todo o território nacional, acreditam na elevação do faturamento de seu negócio nesta data, em relação à mesma do ano passado. São 55% dos entrevistados apostando nisso, o maior patamar desde o início da pesquisa, em 2005. 39% acham que seu faturamento repetirá o de 2009 e apenas 6% prevêem queda.

É importante lembrar que no Dia dos Pais 2009, a economia brasileira já tinha saído da crise e apresentava crescimento, o que aumenta a expressão dos números atuais, diferentemente das datas que tiveram como base de comparação a primeira metade daquele ano, que foi dividido entre crise (1º trimestre) e recuperação (2º trimestre). No Dia dos Pais 2009, sobre igual data de 2008, 41% dos entrevistados trabalhavam com aumento do faturamento, 41% com estabilidade e 18% com queda.

Análise por porte de empresas
As grandes empresas do varejo são as mais otimistas com o Dia dos Pais 2010. São 80% de seus entrevistados prevendo um faturamento melhor que na mesma data de 2009. Nas médias empresas, 60% que compartilham da mesma opinião, e nas pequenas são 54%.

Análise regional
Os varejistas da Região Nordeste são os mais otimistas em relação ao aumento de seu faturamento no Dia dos Pais 2010, com 67% acreditando nisso. Na sequência estão os do Centro-Oeste (61%), do Sudeste (55%), do Norte (53%) e do Sul (50%).

Presentes
De acordo com os varejistas de todo o Brasil, os presentes que serão mais ofertados neste Dia dos Pais, são roupas, sapatos e acessórios, para 55% dos entrevistados; eelular (23%); eletrônicos (6%); eerfumaria e eosméticos (6%); vinhos/bebidas (2%); jantar/almoço em restaurante (1%); Jóias, relógios e canetas (1%); CD´s, DVD´s e livros (1%); computador / impressora (1%); jogos eletrônicos (1%) e outros (3%).

No Dia dos Pais 2009, os presentes mais demandados foram roupas, sapatos e acessórios (59%); celular (18%); eletrônicos (7%); perfumaria/cosméticos (5%); vinhos/bebidas (2%); jóias, relógios e canetas (2%); jantar/almoço em restaurante (1%); CD´s, DVD´s e livros (1%); jogos eletrônicos (1%) e outros (3%).

Composição das Vendas
No Dia dos Pais 2010, 51% das vendas serão a prazo e 49% à vista. Na mesma data de 2009, 53% das compras foram à vista e 47% a prazo.

Meios de Pagamento
O varejo nacional aponta que as compras à vista para o Dia dos Pais 2010 serão compostas por: dinheiro (39%); cartão de crédito (25%); cartão de débito (18%); cheque (16%) e cartão da própria loja (2%). As vendas a prazo serão distribuídas por cartão de crédito parcelado (43%); cheque pré-datado (33%); financiamento ou crediário (16%); cartão de débito parcelado (4%); cartão da loja parcelado (2%) e outros (2%).

No Dia dos Pais 2009, as vendas à vista foram feitas por dinheiro (44%); cartão de crédito (22%); Cheque (17%); cartão de débito (16%) e cartão da própria loja (1%). As vendas a prazo foram feitas por cartão de crédito parcelado (40%); cheque pré-datado (32%); financiamento ou crediário (20%); cartão de débito parcelado (4%); cartão da própria loja parcelado (2%) e outros (2%).

Comentários
A Pesquisa Serasa Experian de Expectativa Empresarial para o Dia dos Pais 2010 mostra que o varejo preserva o otimismo em relação ao seu faturamento, praticamente, repetindo os patamares do Dia dos Namorados, mesmo com a elevação dos juros, o maior endividamento e inadimplência do consumidor.

A evolução do crédito, com prazos cada vez mais longos, é uma das razões para isso. A pesquisa aponta que as vendas a prazo serão superiores as que ocorreram no Dia dos Pais 2009. Neste sentido, destaca-se o crescimento das transações com cartões de crédito, tanto à vista como parcelado, ocupando fatia cada vez maior nos meios de pagamentos.

No que diz respeito aos presentes, na comparação entre o Dia dos Pais 2010/2009, ainda que roupas, sapatos e acessórios sejam os itens mais demandados, os celulares ganharam posição. A cada quatro presentes comprados nesta data de 2010, praticamente, um será celular.

De forma geral, pode-se esperar que na ressaca da Copa do Mundo, as condições financeiras do consumidor acabem definindo a opção por presentes de menor valor agregado e parcelado. As promoções do varejo certamente serão determinantes para mudar esta sinalização. A par disso, as grandes empresas do varejo aparecem como as mais otimistas para o Dia dos Pais 2010.
Metodologia

A Pesquisa Serasa Experian de Expectativa Empresarial para o Dia dos Pais 2010 foi a campo no período de 28 de junho a 07 de julho, com 1.010 executivos do setor do comércio de todo o país.

A Pesquisa Serasa Experian de Expectativa Empresarial para as datas comemorativas do varejo começou a ser desenvolvida em 2005. Trata-se de um levantamento estatístico com uma amostra de empresas representativas do setor do comércio, dos portes pequeno, médio e grande e das regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul.

www.serasaexperian.com.br

Fonte: SERASA EXPERIAN





Compartilhe:




Comente