Busca rápida
barra
Busca detalhada

Home > Notícias > Volume de vendas da Coca-Cola Brasil cresce 13% no segundo semestre de 2010



Volume de vendas da Coca-Cola Brasil cresce 13% no segundo semestre de 2010

22/07/2010 - Quinta-Feira
Compartilhe:
Globalmente, os refrigerantes cresceram 3%, impulsionados pela marca Coca-Cola, e as bebidas sem gás avançaram 10%

O Sistema Coca-Cola Brasil registrou um aumento de 13% no volume de vendas no segundo trimestre de 2010, na comparação com o mesmo período do ano anterior. O resultado marca o constante crescimento da empresa no País, em um período que já se estende por 25 trimestres consecutivos.

Globalmente, a empresa obteve um aumento de vendas de 4%. As vendas de refrigerantes aumentaram em 3%. A marca Coca-Cola cresceu 4%, impulsionada pela performance em países como Brasil, México, Filipinas, Turquia, Tailândia, Rússia, Índia e Estados Unidos. Já o aumento de vendas das bebidas sem gás foi de 10%, com destaque para os sucos, chás, águas e bebidas esportivas. Na América Latina, o crescimento do volume de vendas foi de 6%.

“Estou satisfeito com o desempenho da nossa empresa, que mais uma vez apresentou um crescimento sólido no trimestre, com resultados consistentes, inspirados pela nossa Visão 2020, pelo nosso marketing estratégico e pela inovação", afirmou o presidente mundial da Coca-Cola, Muthar Kent.

No Brasil, o crescimento da Coca-Cola justifica a confiança no país, materializada em investimentos significativos. "Queremos reforçar nosso compromisso de investir R$ 2 bilhões em 2010", explica o presidente da Coca-Cola Brasil, Xiemar Zarazúa. Para ele, os resultados anunciados confirmam a eficiência da estratégia da empresa no País, que mais uma vez é destaque mundial. "Conseguimos atingir nossas metas tanto no mercado de refrigerantes, em que Coca-Cola se destacou com uma grandiosa campanha de Copa do Mundo, quanto com as demais categorias, o que comprova a solidez de nosso portfolio.”

Sistema Coca-Cola Brasil

O Sistema Coca-Cola Brasil atua em sete segmentos do setor de bebidas não-alcoólicas - águas, chás, refrigerantes, sucos, energéticos, hidrotônicos e lácteos, com uma linha de mais de 150 produtos, entre sabores regulares e versões de baixa caloria. Formado pela Coca-Cola Brasil e 16 grupos fabricantes brasileiros, além da Leão Junior e Del Valle, emprega diretamente mais de 44 mil funcionários, gerando indiretamente cerca de 400 mil empregos.

Os investimentos do Sistema no Brasil somaram R$ 6 bilhões nos últimos cinco anos e, em 2010, serão investidos mais R$ 2 bilhões. A sustentabilidade é um compromisso da Coca-Cola Brasil e se reflete na forma como a empresa e seus fabricantes lidam com as pessoas e com o meio ambiente. O índice de uso de água da Coca-Cola Brasil, por exemplo, é um dos melhores do mundo. São 1,98 litros de água para cada litro de bebida produzido - menos da metade do volume utilizado 12 anos atrás. Na reciclagem, a Coca-Cola Brasil desenvolveu, através do Instituto Coca-Cola Brasil, um programa chamado "Reciclou, Ganhou" que, desde 1996, colabora para que o País seja um dos mais avançados na reciclagem de materiais. Hoje, 91,5% das latas de alumínio e 54,8% das garrafas PET são recicladas. Para saber mais, visite os sites:

www.institutococacola.org.br e www.cocacolabrasil.com.br

Fonte: COCA-COLA





Compartilhe:




Comente