Busca rápida
barra
Busca detalhada

Home > Notícias > Pedidos de falências recuam 19,7% no primeiro semestre de 2010, revela Serasa Experian



Pedidos de falências recuam 19,7% no primeiro semestre de 2010, revela Serasa Experian

07/07/2010 - Quarta-Feira
Compartilhe:
Micro e pequenas empresas lideram queda nos pedidos de falências

Nos seis primeiros meses de 2010, foram registrados 939 pedidos de falência em todo o país. O número é 19,7% menor em relação aos 1.169 requerimentos verificados no mesmo período de 2009, conforme revela o Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações.
Na análise por porte, as micro e pequenas empresas foram as que apresentaram a maior queda nos pedidos de falência (-20,4%). No primeiro semestre do ano, dos 939 requerimentos, 596 foram de micro e pequenas empresas. No ano anterior, em igual período, estas empresas somaram 749 pedidos.

As médias e grandes empresas também apresentaram recuo nos pedidos de falência, embora de maneira mais discreta. As médias foram responsáveis por 223 requerimentos de janeiro a junho de 2010, contra 276 no mesmo acumulado de 2009 (recuo de 19,2%). As grandes, por sua vez, tiveram 120 pedidos em 2010, e 144 em 2009 (queda de 16,7%).

O recuo mais acentuado dos pedidos de falências de micro e pequenas empresas deve-se ao maior dinamismo do mercado interno, em relação ao cenário externo. Como as micros e pequenas empresas possuem o seu foco de atuação no mercado doméstico, o bom momento vivido pela economia brasileira neste primeiro semestre de 2010 acabou favorecendo, de forma mais acentuada, a geração de caixa desta categoria de empresas. Já as médias e grandes empresas, expostas ao comércio internacional, estiveram mais suscetíveis as oscilações adversas do mercado externo. Por esta mesma razão, as médias empresas foram o único porte que apresentou aumento nas falências decretadas.

www.serasaexperian.com.br

Fonte: Serasa Experian





Compartilhe:




Comente