Busca rápida
barra
Busca detalhada

Home > Notícias > Retorno de embalagens vazias de agrotóxicos cresce em 16 estados



Retorno de embalagens vazias de agrotóxicos cresce em 16 estados

23/06/2010 - Quarta-Feira
Compartilhe:
InpEV divulga melhor índice de devolução registrado em um só mês

Mais de 3.600 toneladas saíram das unidades de recebimento para o destino final ambientalmente correto

Somente em maio, as unidades de recebimento de embalagens vazias de agrotóxicos do país deram o destino ambiental correto a 3.633,6 toneladas de embalagens provenientes do campo. Levantamento do inpEV - instituto que representa a indústria fabricante de agrotóxicos para a destinação das embalagens vazias de seus produtos, mostra que dezesseis estados apresentaram crescimento percentual do volume destinado nos cinco primeiros meses do ano em comparação com o mesmo período de 2009.

De janeiro a maio de 2010, 13.640 toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas já foram encaminhadas para reciclagem ou incineração por meio do sistema de destinação de embalagens, um crescimento de 22,5% em relação às 11.130,2 toneladas destinadas no mesmo período de 2009.

Segundo João Cesar Rando, diretor presidente do inpEV, os crescentes índices, bem como a forte integração dos elos da cadeia, colocam o sistema de destinação de embalagens vazias de agrotóxicos como um exemplo de sucesso na gestão de resíduos sólidos. "Pioneiro, esse setor retirou do meio ambiente mais de 145 mil toneladas de embalagens vazias de agrotóxicos em oito anos de operação do sistema", destaca Rando.

Comparativo de embalagens destinadas - Jan a Maio 2009 x 2010

Mais informações sobre o inpEV e o Sistema de Destinação Final de Embalagens Vazias estão disponíveis no site www.inpev.org.br.

Fonte: LVBA



Saiba mais sobre a INPEV




Compartilhe:




Comente