Busca rápida
barra
Busca detalhada

Home > Notícias > Taeq lança código de rastreabilidade nas embalagens da sua linha de carnes



Taeq lança código de rastreabilidade nas embalagens da sua linha de carnes

21/06/2010 - Segunda-Feira
Compartilhe:

Etiqueta 2D e código presente nas etiquetas permite monitoramento online das carnes de marca exclusiva

O Grupo Pão de Açúcar é a primeira rede de varejo do País a contar com um sistema de rastreabilidade que permite ao cliente acompanhar todo processo da cadeia produtiva da carne. A novidade, disponível por meio de um selo 2D, é exclusiva para a linha de carnes da marca exclusiva Taeq, disponíveis em oito lojas, sendo quatro da rede Pão de Açúcar e quatro no Extra, em São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza e Brasília. As informações estão disponíveis a partir do dia 15/06, diretamente nas lojas e funciona a partir de um aplicativo para smartphones com leitor 2D, ou pela internet, no site www.qualidadedesdeaorigem.com.br, com a inserção do código do produto.

A etiqueta com código alfa numérico estará nas embalagens de terneiro e novilho Taeq e traz informações da cadeia produtiva, como roteiro percorrido pelo animal incluindo recebimento na Central de Distribuição, até a chegada nas gôndolas. O código também aponta informações sobre a carne e fotos do ambiente de produção. "Esse é um avanço no processo de transparência da cadeia produtiva e do nosso compromisso com os clientes que podem monitorar conosco esse processo", avalia Wilson Roberto Barquilla, diretor comercial de carnes do Grupo.

Com investimentos de R$500 mil desde o seu lançamento, a linha de carnes Taeq atende às políticas sustentáveis e de proteção ao meio ambiente defendidas pelo Grupo. Segundo o diretor de sustentabilidade, Paulo Pompilio, "temos um compromisso público de não comercialização de carnes provenientes de regiões de desmatamento. Com esse lançamento, vamos além nesse compromisso, mostramos nossa política de compromisso com a causa ambiental, permitindo o envolvimento de todos os agentes da cadeia produtiva".

Lançado em 2007 com o Tear (Ethos), a produção de carnes Taeq conta com fornecedores de 40 fazendas integralmente rastreadas e até o final do ano serão mais cinco. Ao todo, atualmente, mais de 50 mil vacas estão inseminadas para a produção. Entre os parceiros do Grupo está Marcelo Figueiredo Pimenta, proprietário da fazenda Santa Vitória, localizada em Bela Vista de Goiás, a 37Km de Goiânia. Segundo ele, a produção de carne Taeq deu maior competitividade à sua propriedade. "Começamos há dois anos com 100 animais. Neste ano serão 270 e a expectativa é ao final do ano que vem, graças à tecnologia implementada, alcançarmos o fornecimento de 1000 animais por ano.

Integrante do projeto Tear, a Fazenda Santa Vitória dispõe de um processo sustentável em sua produção. "O processo de identificação do local onde o animal foi tratado e abatido configura o cuidado e transparência com que lidamos no nosso negócio. Além de garantir a procedência do animal, demonstramos o processo produtivo e nossa e preocupação com o meio ambiente", ressalta Figueiredo.

A produção da carne Taeq tem toda sua cadeia produtiva controlada, a começar pelo processo de seleção genética - exclusiva do cruzamento da Rubia Gallega (Galícia - Espanha) e Nelore (Brasil) - prospecção e definição das fazendas, inseminação e nascimento do gado, alimentação e confinamento do animal, vacinação, industrialização (abate e desossa) e finalmente, a produção dos cortes e distribuição nas lojas. O produto é oferecido nas opções terneiro e novilho, em que se destaca um produto com menos gordura, mais sabor, maciez e garantias sustentáveis.

Com isso, o Grupo oferece condições e viabilidade não só econômica, mas também social e ambiental, onde constam indicadores éticos, de transparência na gestão dos fornecedores e na relação comercial mantida com o Grupo, respeito ao meio ambiente e no relacionamento com o público envolvido: comunidade, fornecedores, clientes e consumidores.

Fonte: GRUPO PÃO DE AÇÚCAR





Compartilhe:




Comente