Busca rápida
barra
Busca detalhada

Home > Artigos > Mentoring: você sabe o que é?


Mentoring: você sabe o que é?

Inspirado em um modelo bastante difundido em universidades e empresas americanas, o mentoring começa a ganhar mais fôlego no Brasil. Afinal, ter a orientação adequada no momento certo pode fazer toda a diferença no inicio de qualquer carreira.

Diferente de coaching, mentoring é a orientação dada a estudantes ou jovens profissionais por pessoas com mais vivência de mercado. Segundo o dicionário Oxford, mentor é um "conselheiro sábio e confiável de uma pessoa inexperiente".

"O coaching é apenas uma das atividades do mentoring, que pode ser definido como um processo de aconselhamento que dura um tempo determinado, onde o mentor dá dicas e prepara o jovem profissional para aproveitar as oportunidades e obter sucesso profissional", esclarece Thais Junqueira, diretora executiva da Fundação Estudar.

A vantagem do mentoring para quem está em início de carreira é poder contar com a orientação de um profissional mais experiente, seja ele um executivo, empreendedor ou funcionário da área pública, para alavancar sua própria trajetória, sem investimento financeiro. "E, para o mentor, contribuir com a carreira de um iniciante é uma excelente oportunidade para melhorar suas habilidades como gestor de pessoas. Principalmente na maneira de lidar com os jovens", conta Isabela Abram, coach que apóia os mentores do programa de mentoring da Fundação.

Orientar carreiras pode representar um desafio mesmo para quem já acumulou uma vasta bagagem. Pensando nisso, a Fundação Estudar desenvolveu um curso especifico de formação de mentores.

Dirigido para um grupo de dez bolsistas sêniors, ou seja, profissionais com mais de dez anos de experiência que tiveram seus estudos custeados por bolsas concedidas pela Fundação, o programa de 2010 tem três módulos e é ministrado pela psicóloga Sandra Betti, da MBA Empresarial, que há mais de 20 anos atua na área desenvolvimento gerencial, coaching e identificação de talentos.

O programa discute a necessidade de os mentores desenvolverem primeiro a si próprios para, só então, tornarem-se catalisadores do desenvolvimento de outros profissionais. Também são discutidas técnicas de orientação e de feedback eficiente para os mentorados. "Um bom mentor é aquele que diz o que é certo e necessário, não o que é fácil", diz Sandra.

A Fundação realiza o programa de formação de mentores desde 2008. No total, 43 duplas de mentor/mentorado já foram formadas pela Fundação.

Victor Lassance, 20, aluno de engenharia da computação da Escola Politécnica da USP, tornou-se mentorado há três meses e já comenta os ganhos do programa: "Minha mentora também é jovem, mas já bastante experiente na área financeira, na qual está se destacacando muito. Ela já me passou diversas leituras interessantes e contou sobre sua experiência em processos de estágio e trainee. Nesse curto prazo ela já está me ajudando a identificar as competências que devo desenvolver para o mercado de trabalho".

Sobre a Fundação Estudar
Com atividades iniciadas em 1991, a Fundação Estudar já contribuiu para o desenvolvimento de mais de 453 carreiras. Sua missão é colaborar para o desenvolvimento do país por meio do incentivo à educação e formação de futuros líderes, capazes de implementar uma cultura de resultados, com sólidos princípios éticos em suas respectivas áreas de atuação. Em 19 anos de atuação, a Fundação investiu US$ 7 milhões em carreiras com o objetivo de causar impacto positivo no crescimento do Brasil.

Fonte: FSB COMUNICAÇÕES - SP



Outros artigos:

Onde você foca faz toda a diferença

A pergunta ainda cabe: você sabe realmente o que é logística?

Você é resiliente na hora da crise?




Compartilhe:




Comente