Busca rápida
barra
Busca detalhada

Home > Artigos > Questões essenciais antes de implantar sistemas de armazenamento


Questões essenciais antes de implantar sistemas de armazenamento

Para quem tem dúvidas sobre armazenamento de dados à base de virtualização, o especialista Hunter Hagewood, da Nevoa Networks, alerta para considerações que não podem faltar na hora da aquisição de storage.

Empresas de todo porte de hoje encaram o mesmo dilema: onde armazenar seus dados com segurança. Pior ainda, o volume de informações que precisam ser gerenciados tem levado administradores a avaliar soluções de armazenamento, de portes diferentes e com funcionalidades diversas, que eles não estão acostumados e acompanhados de preços de tirar o sono.

Bem, se você está no meio de um projeto desses e se ainda não se deparou com esse desafio, confira as cinco perguntas que você não pode deixar de fazer para um vendedor de storage.

1. Quando eu quiser aumentar o tamanho de um volume lógico, terei que migrar os dados e deixar o volume indisponível?
Hunter Hagewood - Muitas vezes um conjunto de discos começa a ficar cheio e você precisa aumentar sua capacidade agregando mais discos. Muitas soluções têm ferramentas muito boas para fazer isso. O problema é que poucas conseguem realizar sem impactar a disponibilidade dos dados já gravados. Uma migração tem que ser agendada, demora muito e deve ser feita duas vezes, aumentando a possibilidade de corrupção.

2. Quando eu quiser mudar a política de RAID (Redundant Array of Independent Drives) de um volume lógico, terei que reformatá-lo e quanto tempo isto leva?
Hunter Hagewood - Semelhante à pergunta anterior, isso é uma operação de reconfiguração do volume. Isso pode ser desejável quando, por exemplo, um volume acostumado a armazenar arquivos pequenos passa a receber arquivos gigantes (como de vídeo ou imagens). Acontece que algumas políticas de RAID apresentam um desempenho péssimo em relação a grandes arquivos.

3. Qual a menor encomenda de discos que posso fazer, e eles têm que ser iguais aos discos já instalados?
Hunter Hagewood - Uma política de venda muito bem bolada vai exigir que você compre discos em conjuntos de no mínimo, seis ou oito. Acontece que isso não favorece você e nem seu orçamento, especialmente se os discos precisam ser idênticos, ou pior, têm uma interface proprietária. Como é crítico ter peças de reposição à disposição, você talvez tenha que comprar seis e deixar na caixa aguardando uma falha.

4. O software de gerenciamento de um sistema pode ser usado com soluções de outras marcas?
Hunter Hagewood - Normalmente não. Muitas vezes isso é porque o software precisa de certos componentes de hardware que não são padrões para outras marcas. A razão é mais simples - não querem que você compre outras marcas. Isso é uma pena, dado que o sistema geralmente representa até 50% do preço da solução, um detalhe que eles não gostam de contar.

5. Meu próprio pessoal técnico pode fazer manutenção básica sem invalidar a garantia?
Hunter Hagewood - Isso pode ser complicado. Por quanto tempo você pode ficar esperando a chegada de um pente de memória? Fonte? Placa de rede? Cooler? Tudo bem que a solução é de última geração, mas tem coisas que sua equipe deveria poder fazer sem prejudicar a garantia.

www.nevoanetworks.com

Fonte: LINK COMUNICAÇÃO



Outros artigos:

As questões ambientais e o cenário atual

As 13 dicas essenciais sobre nota fiscal eletrônica

Os fertilizantes e a segurança alimentar




Compartilhe:




Comente